Esse texto é para você e para mim, que aprendemos a ser generosos conosco e nos permitirmos bons momentos de comida de qualidade, regados a vinho e um docinho porque, afinal, ninguém é de ferro…

Acontece que é preciso chacoalhar essas idéias e cair na real. Como é difícil perder peso a partir da pré-menopausa! E um grande marcador da saúde da mulher é o peso. Morremos mais de doenças cardiovasculares que de câncer. E podemos não só não morrer, como, viver melhor!

Então, acorda menina! Pára de achar que basta fazer uma mamografia por ano no Outubro Rosa que a sua saúde está garantida, e vamos comigo em busca do corpo ideal.

Opa! Outro tabu: falar em corpo ideal na menopausa… Qualquer corpo é o corpo ideal, e qualquer corpo é o corpo de verão, mas sim, existe o corpo ideal para cada idade e para cada indivíduo! E isso não é questão de estética nem de padrões, é de saúde pública.

Encontrar a resposta para sua composição corporal adequada e quanto poderia pesar é tarefa para o endocrinologista. Esses dados vêm de uma bioimpedância bem feita e são baseados não só em peso e índice de massa corporal mas, na quantidade de gordura, sobretudo a visceral (que está em volta dos nossos órgãos).

E onde entra minha pauta dermatológica nesse assunto? Entra com os tratamentos que existem hoje para nos ajudar nessa luta. Os tratamentos são coadjuvantes da adequação nutricional, restrição calórica e atividades esportivas. Meus dois favoritos: a destruição de gordura e a produção de músculos.

Quando ganhamos peso, nossas células de gordura se multiplicam, e quando emagrecemos, elas somente murcham… Por esse motivo, tratamentos que destruam células de gordura são sempre um bom ponto a se considerar. Atenção que esta não é uma forma de perder peso, mas sim de refinar o resultado obtido, eliminando pequenos acúmulos de gordura indesejada em face e corpo.

Outro grande aliado da sua composição corporal e da sua qualidade de vida são seus músculos. Eles vão te permitir envelhecer com saúde, com melhor postura e aumentam o metabolismo, pois aumentam seu gasto calórico. Existe hoje, uma tecnologia chamada campo eletromagnético que consegue que o musculo contraia 50.000 vezes, em sessões de 30 minutos realizadas confortavelmente e de roupa. Com oito sessões obtém-se o resultado de ganho de músculos em torno de 20% e perda de gordura em torno de 18%.

E onde fica a “confort food” e o “vinho nosso de cada dia”? Calma, eles vão ter seu lugar. Não nessa fase de busca de objetivos, mas no equilíbrio que será alcançado. Deixe de aceitar esses quilos que se instalam silenciosamente ano a ano e busque ajuda médica especializada!

Assim vamos mostrar que nós, mulheres 45 mais, superamos essa fase de extravagâncias pelo corpo de verão, porque o corpo de verão faz parte da nossa vida o ano inteiro. Afinal, saúde e beleza andam sempre juntas!

0 Shares:
1 comentário
  1. Ótimo texto , saúde em primeiro lugar ,mas negar a mulher um corpo em que ela não se reconhece mais é muito frustrante . Eu aos 68 aos estou com meu corpo que sempre corri atrás , quando entendi que tudo tem haver com alimentação correta sem sofrimento e atividades físicas diárias . Além é claro da reposição hormonal, fundamental manter qualidade de vida .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Saiba Mais

Veste pra você!

Não há limites para criatividade e tampouco para quem deseja vestir uma peça linda de moda íntima, que destaca exatamente o que se quer usar.