Quando nos deparamos com pessoas do nosso convívio social ou atrizes consagradas que estão envelhecendo à olhos vistos, observamos que para algumas o passar dos anos não traz a ideia de fragilidade e dependência imposto muitas vezes pelo envelhecimento. Será que é sorte, genética ou escolhas diárias?

Importante saber que o envelhecimento físico é o resultado do envelhecimento celular e quando isso ocorre, há uma série de modificações estruturais celulares que culminam com uma disfunção no bom funcionamento da mesma.

Quanto ao que entendo por envelhecer bem ou mal, vai além de estar bem fisicamente, não ter doenças ou ser independente. É um conceito global em que a pessoa se sente plena, satisfeita e com vivacidade. No entanto, é claro que há uma combinação de fatores. Os genes representam apenas 30% da longevidade e os outros 70% dependem do estilo de vida.

Evidências científicas têm demonstrado que a adoção de mudança do estilo de vida nunca é tarde quando se trata de melhora de saúde e prevenção de doenças. Essa mudança de hábitos são atividade física, sono reparador, relacionamentos de boa qualidade e alimentação saudável.

Os estudos mostram que a dieta mediterrânea é um fator protetor contra o aparecimento de vários tipos de câncer, doenças cardiovasculares, envelhecimento e obesidade. Descoberta na década de 50, essa dieta tem se popularizado ao longo dos tempos.

De lá para cá, o assunto virou best-sellers e, desde 2010, a Unesco reconhece a dieta mediterrânea patrimônio cultural imaterial da humanidade. A fama não é à toa. O modo de viver dos moradores das regiões banhadas pelo Mar Mediterrâneo como Grécia, Itália e sul da Espanha e da França está associado à saúde cardiovascular e à longevidade.

Alguns alimentos que estão presentes na dieta mediterrânea e que podemos incluir na nossa alimentação diária:

  • vegetais e legumes
  • castanhas e sementes
  • alimentos integrais
  • gorduras saudáveis: azeite extra virgem, abacate, azeitona.
  • aves, peixes e frutos do mar
  • temperos in natura
  • queijos, leites e iogurtes com baixo teor de gordura, geralmente branco e de cabra.

Nunca é tarde para começar uma mudança do estilo de vida, porque sabemos que o envelhecimento é físico sem dúvida, mas é a atitude com que se enfrenta as intempéries da vida determina o verdadeiro envelhecimento bem sucedido.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar: