Valter Hugo Mãe, escritor português que também se destaca no desenho e na escrita não se detém em um só gênero literário, sempre me surpreende com a intensidade dos seus textos. Acabo de ler o conto “As mais belas coisas do mundo”, que em sua quarta edição tem ilustrações de Nino Cais. É um daqueles livros que você lê e se encanta com as memórias de um neto que aprendeu muitas coisas com um avô que todos gostariam de ter.

Desde a capa até a última página o leitor também ganha um presente nas delicadas ilustrações que com certeza encantam adultos e crianças. Aliás, é um conto que faz adultos desejarem ser crianças para ter avós como os do autor. Livros sempre são excelentes presentes. Esse certamente deixaria feliz apreciadores de publicações delicadas não só no formato, como em seu conteúdo – todo dedicado aos avós de Valter.

Minha segunda dica é para aqueles que se interessam em um conteúdo cheio de histórias sobre o que se considera a mais incrível invenção do homem, a linguagem. O livro é do linguista norte-americano Daniel L. Everett, que se dedicou a pesquisa sobre o tema é por longos anos esteve com povos indígenas do Brasil estudando a linguagem das diferentes etnias através do tempo.

São histórias surpreendentes que reúnem resultados da pesquisa de campo de Everett tendo como base o conhecimento nos campos da Arqueologia, Biologia, Antropologia e Neurociência. O autor mostra como os seres humanos adquiriram a forma mais avançada de comunicação do planeta, fazendo um percurso das primeiras tentativas de fala dos hominídeos até as mais de sete mil línguas existentes hoje.

0 Shares:
1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Vírus
Saiba Mais

Vírus detectado

Como pop-up na tela do computador, esse vírus nos pôs à prova. Use máscara, álcool gel e viva a vida, porque viver realmente é o propósito.