Fale um pouco sobre você. Nome, idade, atividade atual, onde mora. Como e por que começou a fazer o que faz hoje.

Sou Melissa Busnello, 38 anos, beauty expert. Moro em São Paulo, com meu marido, meus dois filhos, meus dois gatos e muitas plantas.

Gosta do que faz? Pretende mudar de carreira? Resolveu mudar de carreira por causa da pandemia ou já estava se preparando para esse movimento?

Comecei na maquiagem há mais ou menos sete anos por amor. Meu principal trabalho na época era na área administrativa, mas logo percebi qual era o meu dom e migrei de vez.

Acredita que somos mais felizes agora, na maturidade?

Ainda sou uma iniciante na maturidade rs, mas sempre falo que prefiro meus 38 anos do que meus 20. Aprendi a ver a vida de outra forma – bem mais interessante – principalmente depois de enfrentar um câncer de mama.

Chegou onde pretendia, financeiramente – ou mesmo em termos de relacionamentos – onde imaginou? Faz um planejamento financeiro para o futuro? Ou deixa nas “mãos de deus”?

Meu maior sonho sempre foi constituir uma família e um lar. Tendo isso, me sinto pronta pra tudo!

Como lida com a beleza? Faz algum procedimento estético? Faz alguma dieta especial? Atividade Física?

Eu cuido da minha pele com hidratantes, óleos e massagens, sem procedimentos estéticos por enquanto – não sou contra, até pode ser que faça um dia – mas prefiro adiar. Sou a favor de massagens para amenizar as linhas de expressão, acho que ajuda demais!

Quando você pensa em saúde aos 50 anos, o que mais te preocupa?

De um tempo pra cá me preocupo muito mais com a saúde, o que me fez começar a praticar mais exercício físico e mudar a alimentação. Quero envelhecer com qualidade de vida, justamente por já ter conhecido a doença.

Tem uma rotina de “sanidade”? Hábitos quando acorda, quando dorme?

Não abro mão do meu suco verde pela manhã, amo salada, mas também não dispenso um chocolate.

Quais são seus luxos? Roupas? Massagem? Terapia? Tem alguma coisa que deixa o seu “dia a dia” mais leve? Alguma “ilha de paz” quando enlouquece dentro de casa?

Há alguns anos descobri a meditação e foi essencial em vários momentos de dificuldade, meu único erro é não fazer com mais frequência.
Também descobri um grande amor pelas plantas, é uma terapia cuidar delas.

O que te mantém nos eixos? O que te tira o sono?

Quando me sinto atropelada pela rotina do dia a dia, um banho quente à luz de velas com uma música tranquila me trás de volta pro eixo, mesmo que seja tarde da noite, quando a casa finalmente está em silêncio.

Quem te inspira?

A simplicidade das coisas me inspira. A natureza, um drink, um bolo, um chá…

Como se imagina aos 70 anos?

Aos 70 anos quero fazer muito bolo de chocolate para meus netos, rir, viajar, jogar baralho com as amigas… Me orgulhar dos homens que meus filhos se tornaram, enquanto tomo uma taça de vinho com meu marido na nossa casinha em meio à natureza e com uma horta maravilhosa. Viva a maturidade!

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
2021
Saiba Mais

O que levaremos de 2021?

Que ano foi esse o de 2021, hein, minha gente? E aí, será que depois de todo esse tsunami realmente somos melhores do que antes?