Quem está assistindo à terceira temporada de “Emily em Paris” viu que a personagem principal teve um siricotico e meteu a tesoura pra fazer uma franja ao estilo das francesas.

Essa franja que encosta no olho, chamada de “Birkin bangs” passa uma imagem que tem tudo a ver com a nova fase da personagem. Emily está deixando se levar mais pelas emoções: fez declaração de amor em público, pediu demissão do emprego (…) vou parar por aqui para não dar mais spoilers.

A região da testa, segundo o visagismo, representa nosso intelecto. Ao cobrir essa parte com uma linha horizontal, passamos a mensagem de mais doçura, de apoiar mais no nosso lado emocional e intuitivo para tomada de decisões, isso porque esse tipo de franja emoldura o nosso olhar, maior outdoor dos nossos sentimentos. Você não deixará de ser racional por conta de uma franja, mas a mensagem muda.

Mas nem toda franja causa esse mesmo impacto, ele será diferente a depender do formato e comprimento. Franjas curtas e retas (aquelas obrigatórias para quem frequenta os bares de Santa Cecília em SP), passam um ar dramático. Evidenciam força e não mais a doçura, por causa da linha reta bem demarcada no meio da testa. Linhas retas, no design, representam uma energia de robustez (preste atenção nas linhas dos vidros de perfumes masculinos).

Agora, se essa mesma franja no meio da testa for desfiada, a mensagem será de ousadia com ares de rebeldia.

Já as franjas longas, sejam a estilo Bardot (cortininha) ou inclinada lateralmente, comunicam dinamismo, energia e muita sensualidade. Perceba que as linhas inclinadas são as mais usadas nas roupas “I’m too sexy”: fenda, decote profundo etc. Essas linhas dirigem o nosso olhar como uma seta.

A diferença quanto a esses dois modelos de franja é que na estilo Bardot a franja é repartida ao meio, podendo evidenciar eventuais assimetrias no rosto (calma, tirando Carolina Dieckmann todas nós temos em algum grau) e ela tem efeito de “alargar” o rosto, se tiver luzes na franja esse efeito aumenta, lembre: cor clara expande visualmente.

Já a franja lateral e longa vai ter um resultado alongador do rosto, isso porque o efeito da assimetria, em qualquer parte do corpo, causa a impressão de prolongamento na vertical. E, pelo fato de cobrir uma parte do rosto, eventual diferença de altura dos olhos ou sobrancelhas ficará disfarçada.

Ponto de atenção: As franjas causam o efeito de evidenciar o terço médio do rosto (olhos e nariz), realçando narizes grandes, caso você se incomode com o seu ( o que não é o caso da Rossy de Palma, musa do Almodóvar).

Deu pra perceber que cortar a franja vai muito além de combinar ou não combinar com o seu rosto? Ter consciência da mensagem visual que elas irão transmitir ajuda muito na hora de decidir qual o corte ideal pra você.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Saiba Mais

Vamos dar o tom!

A tendência para 2022 e 2023 é uma explosão de cores na arquitetura, design e na moda, numa tentativa de resgatar a alegria e o bem-estar.