Hello people!! Cá estamos aqui hoje, nas Dicas da Cris! Mas hoje não venho sozinha. Trago @fikaconversas e @cool50s, que entraram comigo nessa! E hoje não temos só uma bolsa pra fuçar, temos um mundo: o mundo de @vandaximenes, que abriu seu apartamento nos Jardins em São Paulo e, de repente, lá estávamos nós três dentro de um filme, daqueles que nos levam às lojinhas retrô em Paris, àquela livraria charmosíssima em Notting Hill ou, ainda, a algum antiquário sofisticado em Milão. E todo mundo de boca aberta, claro!

Vanda Ximenes

A anfitriã, linda, com sua vibe incrível, serve o prosecco e começa com suas histórias que dariam um livro. E um livro daqueles! Desfilou para Denner, Clodovil, conheceu Hebe Camargo e Elke Maravilha… E por aí vai… Estão entendendo, pessoal?! Construiu família e uma casa com seu “portão de reina”, foi capa de revista, rodou o mundo!

Na primeira taça, anda pelo apartamento, e nos apresenta aos seus três quartos, todos repletos com acervos magníficos de broches, bolsas, bolsinhas, colares, pulseiras, leques… Affffff! Morri!

E nós, curiosas, com os olhos brilhando, ficamos horas ali, com cada uma das histórias que cada peça daquelas carrega. E pensa num papo bom! Vanda não é mulher que começa a frase: “Porque, na miiiiinha época…”

Já adoro! Afinal, aos 76 (isso mesmo, 76! Whatttt meu povo?!?!) é um mulherão, muito mais antenada e gostosa que muita trintona por aí! Pay attention, mulherada!

Vanda tem a casa dos sonhos, um sonho em cada detalhe, e explica: “Sou fuçadeira, se vejo uma biboquinha que não conheço, já quero entrar! Mas sou basiquinha, amo na verdade acessórios. Não gasto com roupas, mas amo uma bolsa!” Gente, e tem cada umaaaaaaa linda! De pirar!

Mas vocês não estão entendendo!!!! Por lá, não tem sequer um objeto que não tenha sido lindamente customizado, pintado, esculpido por ela. Não é da grife, é do bom gosto! Aí siiiimmmm!

E @fikaconversas resume muito bem toda a atmosfera daquela apartamento: “Vanda é fáaaaacil a inventora do upcycling! Mulher do tipo que diz: “Pra quê tanta coisa do passado, documentos, papéis inúteis?! Peguei tudo isso, e fiz uma grande obra de arte de papel machê na minha banheira, e depois pintei com lindas tintas coloridas….”.

Se isso não é ressignificar a vida, eu não sei o que é!

E complementa: “Fazer isso ressignifica a dor, os momentos tristes. Eles também fazem parte, mas não devem permear o nosso presente, muito menos o nosso futuro”. Quando escutamos isso, lá ficamos as três, de boca aberta! Quem tem uma idéia dessas? Um viva ao papel machê!

“Sempre realizei meus sonhos. Não é bonito, isso, meninas? A idade pesa, cansa, mas tenho taaaaantas ideias ainda! E meu momento é de total desapego… Tô dando tudo que vocês estão vendo aqui…”

A idade pesa!! Alguém me diz que peso de idade é esse, minha gente?! Rs Também quero!!! Peloamor! Rs. E o brilho do olhar daquela mulher….Independente, vanguardista, bem-sucedida, trabalhou na área de moda, visitou os glamourosos salões de Paris, abafava no Hippopotamus em SP, viveu um grande amor (que soooooorte a desse homem, meu Deus!!!!), constituiu uma família linda, é avó, conheceu os melhores hotéis e restaurantes e tem no bom gosto sua marca registrada.

E continuamos fuçando tudo, cada cantinho daquele mundo. E tomara que as fotos by @cool50s consigam mostrar um décimo do que são os acervos deste apartamento!! É quadrinho com chaves da vida (já quero o meu, óoooooobvio!), bolsinha de Montmartre anos 1930, colares do Marrocos costurados e transformando a bolsa grega, botas bordadas do leste Europeu, coleção de bules (opa, outra cerâmica lover! Adoro!), broches gigantes emoldurados em lindos quadrinhos de veludo, e por aí vai… Podem respirar, agora!

E continuamos ali, ela analisando cada uma de nós, e distribuindo, com sua generosidade e desapego absurdos (!!!), cada peça, grandes regalos, achando cada coisinha “a cara” de cada uma de nós, entregando e falando: “Leva! Usa! Lembre de mim!”. @vandaximenes é puro amor!

E nessa altura do papo, já encerrávamos a segunda garrafa de prosecco, em uma noite linda de lua quente em São Paulo… Quatro amigas inebriadas de tanto sentimento, vivendo taaaaantas memórias do passado, mas, sobretudo, as novas memórias do futuro! (ps: amo o conceito dessa expressão, e tudo que ela comporta! por favooooor, leiam mais sobre isso, e se quiserem trocamos mais figurinhas dm no meu insta!).

Vanda Ximenes

Afinal, Vanda Ximenes está de malas prontas para morar em Madri. E já está sem dormir, ansiosa, pensando nas descobertas e no décor maravilhoso do seu novo apartamento. Quer pequenino, charmoso, claro! Ensolarado, colorido, vivo! Daqui? Não levará nada!

“Já dei tudo!”, ela conta.

E naquela noite, tivemos mais uma prova que a vida é isso, renasce realmente a cada dia! Mas, sorte mesmo é a da espanholada, que já está contando os dias pra Vandinha chegar e abafar! E eu, dava tuuuuudo, minha querida Vanda, pra rodar os brechós e os bazares de pulgas com você, na nossa terrinha!

E já termina a noite, com nosso último gole: “Com 80 anos, vocês vão me ver com bolsinha, jóias e leques. Adoro Iris Apfel, adoro as mulheres! Estou com o leme da minha vida, meninas! Me sinto tãaaaao forte, eu faço, quero e aconteço! Não sinto essa idade, sabia! Eu vivi, vivi, mas hoje tem tanta coisa tão maravilhosa, não tem necessidade do passado!”.

Alguém duvida? Vai, Vandinha, voa! Madri vai tremer! Enquanto isso, obrigada, amiga, pela minha bolsinha vintage de strass vermelho. Ela vem com um pouquinho de você!

0 Shares:
9 comentários
  1. Encantada com seu texto e habilidade de relatar de forma tão gostosa o que são esses encontros especiais, com pessoas que tem muito pra somar, sobre a bagagem que o tempo traz, recheada desses achados preciosos! Amei!

  2. Ahhhh sorte de vocês meninas de terem conhecido a essa mulher linda, irreverente! Ja quero foto da banheira ! Amei tudo que li! E as bolsas, apaixonada por todas! Parabéns pela matéria!

  3. Cris, a aventura inesquecível dessa noite de lua quente foi contada de forma saborosa por vc e registrada em fotos incríveis pela Clau!
    Parabéns pelo relato impecável em conteúdo e forma!
    Inspiração é o nome!

  4. Que sorte de vocês terem tido momentos tão significativos com uma mulher incrível . Chegar aos 76 com tamanha gana de viver é um exemplo a ser perseguido . O texto está delicioso, as fotos me levam para lugares que me dão saudade, para tempos lindos . Haja fôlego para acompanhar Vanda Ximenes. Tim-tim, meninas ! Seja feliz na Espanha, Vanda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Ouro de tolo
Saiba Mais

Ouro de tolo

Aproveito a viagem e penso que fiz o certo: para que ter tanto trabalho de construir uma nova carreira do zero? Foi asim que caí numa arapuca.