Uma fisgada na coluna, tento me mexer, meu corpo inteiro dói. Abro os olhos, o sol já nasceu. Fecho os olhos imediatamente, e vem o pensamento na minha cabeça: eu tô exausta. Rolo na cama mais um pouco, o quadril dói, as pernas doem, sinto as articulações dos dedos estranhas, como se estivessem inchadas. Mais um dia começou.

Decidida a mudar o astral do dia, entro no banho, lavo o cabelo e chumaços ficam presos nos meus dedos. Saio do banho e vou passar um hidratante na pele super ressecada e toda cheia de escamas, e me pergunto porque estou gastando dinheiro e tempo num hidratante que não hidrata. Passei algum tempo assim. Menstruação irregular e estranha, sono caótico, unhas quebrando, a qualidade de vida lá embaixo. Na minha cabeça uma única explicação: a velhice está chegando.

Um dia decidi fazer alguma coisa, não conseguia acreditar que meu corpo ia me deixar na mão. Comecei a maratonar médicos. Fisiatra, ortopedista, reumatologista. Nada que justificasse tanta dor. Na ginecologista descobri que minha menstruação estava estranha, mas sem sinais de menopausa. Fui aconselhada a procurar uma endocrinologista.

Chego lá munida dos meus exames e ela dá uma olhada, se levanta, se coloca atrás de mim e examina a minha tireoide. “Você está com hipotireoidismo”. Admito fiquei um pouco atordoada. Logo eu, que sempre tive ótimos exames de sangue? Da onde veio isso?

Tratamento: 1 comprimido por dia 30 min antes do café da manhã. Cheguei em casa e fui dar um google no tal do hipotireoidismo. Descobri que é bastante comum em mulheres acima dos 40 anos. A lista dos sintomas incluía várias das minhas reclamações.

Comecei a tomar o remédio em um sábado. Exatamente uma semana depois acordei, abri os olhos e a dor no corpo tinha passado inteiramente. Assim como a sensação de exaustão. Em menos de um mês a maior parte dos meus sintomas reduziram consideravelmente, até a minha menstruação voltou ao normal.

Minha mãe tirou a tireoide dela há muitos anos, não me lembro dela com tireoide. Uma grande amiga tirou a dela na adolescência. Minha melhor amiga tem hipotireoidismo. A mulher de um dos meus primos também. De repente me vi cercada de pessoas com problemas na tireoide e ninguém me falou sobre isso! Como assim?

O que me vem a cabeça agora é que é uma condição de fácil tratamento, engolir um comprimido por dia é muito tranquilo. É o tipo de coisa que você nem pensa muito depois que entra na rotina e que me devolveu a qualidade de vida. Então fica a dica: se a sua qualidade de vida piorar, procure um médico, velhice não é sinônimo de ladeira abaixo

0 Shares:
2 comentários
  1. Sua experiência é um super alerta. É chato fazer exames periódicos, mas ajuda a detectar problemas antes de maiores complicações .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Liga
Saiba Mais

Ninguém liga para mim

A maneira antiga de nos conectarmos não volta mais. Ninguém mais se liga. Ainda aguardo o retorno de uma amiga, mas ela respondeu com áudio.
Mu dança
Saiba Mais

Mu dança

"Mu dança" faz referência a Gilberto Gil: traz a ideia de flexibilidade e leveza. Contra procrastinação, é preciso disciplina e compaixão.