Oi, gente! Todos firmes e fortes pós feriadões? Por aqui, à base de muita fé e café, a peteca não pode cair. Nessas paradinhas estratégicas do calendário aproveitei para assistir novas séries e destaco, a seguir, as que eu mais gostei.

  • Netflix
    “Ninguém Pode Saber” – essa minissérie acompanha as descobertas sobre o passado de uma mãe, que muda por completo a perspectiva de sua filha sobre os acontecimentos de sua vida.
    “Boneca Russa” – essa dica é para quem gosta de série com uma pegada mais reflexiva. A protagonista enfrenta uma série de questionamentos internos a partir do momento em que passa a ter um relacionamento bem exótico com o tempo.
    “Anatomia de um Escândalo” – a série que está dando o que falar. Toda a elegância de Sienna Miller à parte, acompanha um casal após a descoberta pública de uma traição, acompanhada de uma acusação de estupro. Série bem densa.
  • Apple TV (confesso que são as que eu mais gostei da lista.)
    “We Crashed” – a verdade sobre o We Work e todos os escândalos envolvendo o seu fundador, um empresário um tanto quanto excêntrico. Aplausos de pé para Jared Leto e Anne Hathaway.
    “Severance” (Ruptura) – essa foi a que me pegou de jeito. O que acontece quando colaboradores de um setor ultra confidencial de uma empresa aceitam passar por um processo de separação da suas vidas pessoal e profissional? Que tal não saber absolutamente nada sobre o seu trabalho quando não está na empresa? Pois bem, algo que, em um primeiro momento parecia tentador, se revela um grande mistério a ser solucionado. Dica: começa meio arrastada, mas vale cada minuto.

    Espero que curtam as dicas e aproveitem. Como eu sempre faço questão de lembrar, cuide de você com muito carinho.
    Um beijo e até a próxima!.
0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Vírus
Saiba Mais

Vírus detectado

Como pop-up na tela do computador, esse vírus nos pôs à prova. Use máscara, álcool gel e viva a vida, porque viver realmente é o propósito.