Hoje decidi falar do borogodó! Eu ao menos chamo assim rs. E foi pensando no tal Dia Internacional da Mulher, ou o “mês da mulher” que tivemos no Inconformidades, que quis escrever sobre essa energia absoluta, kundalini forte, mesmo que às vezes ela dê aquela cambaleada, vamos combinar, né?! E ok também cambalear, gente! Tá tudo certo!

Porque, meus amigos, o lance é ter borogodó! O SEU borogodó. E não tô falando de corpão, bundão, peitão (e isso vale pra homens e mulheres). Tô falando de ter a máquina à sua disposição e saber usá-la em seu potencial. Sabe aquela pessoa que você olha e pensa: essa aí tem algo…..Pois é: é o tal borogodó!

Afinal, de que adianta ter uma Ferrari e não saber nem chegar na quarta marcha? Então, acredite. Você tem muito borogodó! E essa coluna é pra você! Vamos calibrar e potencializar esses corpinho e mente ai! Bora lá!

Comecei o tour, tomando um café no showroom da @santasensualidade com minha amiga de infância, @sabrinaterapeuta, que após mais de 20 anos como alta executiva de duas grandes potências, decidiu estudar e seguir apenas na terapia sexual.

Já comecei curtindo o ambiente acolhedor, porque vamos combinar que ninguém merece os visuais dos sex shops! Alô, alô, arquitetos e decoradores! Peloamor, help! E a luz? Affff

Fucei tudo, óbvio rs, e adorei a idéia de um pequenino entitulado “excitante com ponta vibratória”, Lady Gozza. Bonitinho, parece uma caneta. Owwwnn.

Outro muito bacana, design moderno e sofisticado é o vibrador por sucção Go Vibe! Diferente do habitual, curti, hein?! Por sucção….

E aí a Sabrina logo alerta: “Cris, é isso que temos que ter na bolsa!” . Entendi a indireta e adorei. Vou xeretar a bolsa dela já já! Deixem comigo, pessoal!

E tudo vai acionando seu borogodó, que pode estar ali, meio morno, relax, mas tá prontinho pra voltar à tona! Acredite!

Ah, e outra dica bacana também foi a da espuma higienizadora íntima Dermosex, que não necessita de água e é excelente para aqueles momentos “de repente!”, sabe? Sempre achei que deveriam inventar algo assim, além dos lenços umedecidos. Curti bem, viu. Vamos testar tudo, pessoal?!

E se você quiser animar as amigas, os amigos, montar um grupo pequeno e se deliciar com o papo, a @santasensualidade também promove vários eventos bacanas com foco em sexualidade. Ou vá alone, o que também sempre recomendo (programas em sua companhia são sempre legais demais) e se dê de presente uma tarde delícia, conhecendo gente nova.

E pra manter o borogodó sempre esperto, nada como ler um livro ou um conto… Acho que o mental funciona muito bem também, além do visual, claro!. Já li alguns, dos beeeeem quentes aos apenas com pitadas calientes.

A Sabrina de cara lembrou do “Peça-me o que Quiser ou Deixe-me” da Megan Maxwell, trilogia erótica (sucesso mundial) sobre os encontros e desencontros de um casal. Foi pra lista já!

E também indicou o “Pornô Chic” da sempre visceral Hilda Hilst que permeia a libido humana, principalmente a feminina, transbordando todas as barreiras convencionais. Tem pra todo gosto!

Ah e têm o “Memórias de uma Menina Má” e “Elogio da Madrasta”, ambos do Mario Vargas Llosa, com uma outra pegada, ou o mais picante , “Quatro Contos Eróticos” da R.M.Ferreira.

Eu reli esses dias “A Casa dos Budas Ditosos”, também nessa vibe. A idéia é ir esquentando o motor, né, gente ?! Vamos lá!

E pra calibrar um pouco as áreas psicológica e hormonal, quem me conhece sabe que adoro também um óleozinho essencial. A @cristiane_wnf da @aromastock, que pra mim é a maior guru nesse quesito, generosamente deu várias dicas aqui pra nós (mas nada como falar com ela pessoalmente na hora em que o bicho pegar, tá, pessoal?).

E vou focar hoje nas mulheres, mas homens, não se intimidem, por favor: óleo essencial é vida! Aliás, como tudo por aqui nessas dicas, hoje!

Um viva à kundalini!

@cristiane_wnf

Voltando aos óleos, a Cris separou por faixa etária. Vamos lá…
Para a mulher entre 30 e 49 anos, as sugestões são: os óleos de gerânio, patchouli e palmarosa que, além de potencializar a autoestima, são excelentes para rugas, flacidez e equilíbrio hormonal. Opaaaaa. Também para ajudar na calma e lucidez para momentos de decisão e controle interno.

Meninas, atenção: para quem está no início de climatério e transição de pensamentos, hábitos e atitudes, estes são OS óleos, tá? E vocês sabiam que essa fase é chamada fase da feiticeira? Adorei, claro rs.

E ela, queridíssima, ainda mandou um resuminho pra nós:
Gerânio – Aconchego, “colo de mãe”, momento família, libido
Palmarosa – autoestima, equilíbrio
Patchouli – controle, calma e introspecção, meditação

Agora para as mulheres de 49 em diante (lá vou eu… uhuuuuu): óleos de salvia, gerânio, laranja doce, petiti grain e lavanda. Essa fase é diferente, mais introspectiva, quando a menopausa se consolida e traz paz para essa mulher que já foi muito guerreira! É isso aí!

Resuminho:
Sálvia – transformadora, energizante, momento de acordar sorrindo e dormir tranquila, com sensação de “dever cumprido”.
Gerânio: aconchego, “colo de mãe”, momento família, libido
Laranja doce e petit grain: alegria, celebração da vida, energia, momento brincalhona, leve e anti-depressivo
Lavanda – acalma, traz paz, purifica, anti-stress e tranquiliza

Essa é a fase da anciã em sua sabedoria… Delícia só de ler né, pessoal?

Os óleos são forças puras da natureza, devem ser usados com cuidado e indicação profissional, dosagem e período certo do dia, pode ser na pele, travesseiro, aromatizador de ambiente… Vai por mim!

Adoro adoro adoro!

E por fim, tem a pegada dos yonni eggs? Já viram? São ovos de cristais para uso interno (yonni significa vagina) com resultados incríveis, como aumento da lubrificação, da capacidade orgástica, limpeza emocional entre outros, segundo a @karayashen. A Carol entende muitooooo e pode te dar uma consulta especial! Ah, e ela ainda navega pelos mundos do tantra, astrologia e medicina da floresta. Aí sim, hein?!

@karayashen

Tanta coisa bacana por aí, não é, não?! Só fica parado quem quiser. Vamos acelerar o motor dessa Ferrari! Rs. Você é puro borogodó!

Podemos bater mais papo lá pelo meu insta ou aqui . E esse papo rende, hein, e muito! Puxa a cadeira e abre o vinho!

1 Shares:
2 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Encontro
Saiba Mais

Encontro n˚ 1

Meu primeiro encontro depois de 20 e tantos anos. Blind date. Uma colega de trabalho me incluiu numa conversa fiada de whatsapp com um amigo.
Saiba Mais

Encontro n˚ 2

Eu sabia que gostaria de experimentar um novo amor, adoçar minhas noites frias com carinho, oferecer ao meu corpo prazeres compartilhados.