De onde é seu sotaque, senhor? 

Sou de Valparaíso, Chile.

Eu conheço! Local da La Sebastiana*, uma das casas do Pablo Neruda.

Exatamente! Quando a senhora esteve lá?

No final do governo da Michele Bachelet.

O Chile estava em boas mãos.

Achei o povo chileno muito educado. 

E é! Tenho muito orgulho disso.

Torce para o  Colo-colo?

Sim!  A senhora gosta de futebol?

Eu gosto de histórias. Visitei o estádio. 

A senhora comeu bem por lá?

Sim! Amei a sopa de centolla e também das cerejas.

A senhora está me fazendo chorar. 

Pode parar.

De chorar? É que eu me emocionei. 

Não. Eu quis dizer, que pode estacionar aqui.  Meu prédio é aquele. 

Ah, sim.  Gracias por este momento.

Adios!

A casa La Sebastiana “Siento el cansancio de Santiago. Quiero hallar en Valparaíso una casita para vivir y escribir tranquilo. Tiene que poseer algunas condiciones. No puede estar ni muy arriba ni muy abajo. Debe ser solitaria, pero no en exceso. Vecinos, ojala invisibles. No deben verse ni escucharse. Original, pero no incómoda. Muy alada, pero firme. Ni muy grande ni muy chica. Lejos de todo pero cerca de la movilización. Independiente, pero con comercio cerca. Además tiene que ser muy barata ¿Crees que podré encontrar una casa así en Valparaíso?” Pablo Neruda

0 Shares:
2 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Saiba Mais

Cinquentona

Devo essa a Charles Peirce Coloquei a farinha na bacia, o fermento de um lado, o sal de…
Janeiro Branco
Saiba Mais

Os meus janeiros brancos

No Janeiro Branco, o relato sobre como é conviver com uma pessoa na família com Síndrome de Tourette e mais filmes e séries sobre o tema.