Sabe aquela pessoa que você não conhece tão bem, mas quando encontra a sensação de intimidade e liberdade é tão reconfortante, que você acredita piamente ser uma amiga de longa data?! Pois é, assim foi minha visita na casa da Cris Donadio.

Quando cheguei bati os olhos numa placa com os dizeres :
“Gracias a la vida que me ha dado tanto”

Intensa, com uma alegria e entusiasmo contagiantes, Cris foi aos poucos (mentira… foi tudo junto e misturado! risos…) mostrando a casa e, quando percebi, já estávamos sentadas na cama dela trocando experiências e atualizando todos os assuntos ao mesmo tempo!

Foi então, que pude notar sobre a mesa lateral da cama, uma caixa de doces, em formato de coração, em feltro, toda bordada em flores coloridas, uma lembrança de viagem que ela trouxe do leste Europeu. Coisa mais linda!

Ao lado alguns livros empilhados, e o eleito naquela ocasião era
“Os filhos sem nome” – presente da Paula Mazzoli. Havia também um singelo pratinho de prata com peixinhos e outros animais marinhos, que faziam parte de uma coleção do filho. Uma fofura!

Embalando a nossa conversa, um aroma inebriante da vela Dyptique. Havia também um spray de aromaterapia Doces Sonhos da Aromastock. E a Cris me contou que tem o hábito de passar talco na hora de dormir, isso a acalma …. Achei essa dica tão delicada que fiquei com vontade de experimentar!

Alguns objetos místicos como Buda, incensos, e uma imagem de Nhá Chica; oferecem ao ambiente um clima leve e proteção. Para acalentar a noite, lanternas vermelhas dispostas de forma despojada enfeitavam a cabeceira da cama…

Por fim, como que abraçando com ternura e volúpia, intenso como a nossa querida anfitriã, o quadro de Gustav Klimt – O Beijo, revelou quem dorme ao lado da Cris …

0 Shares:
4 comentários
  1. Eu não conheço a Cris mas ela sempre postando-vos que têm tudo a ver comigo. Além disso, ela me passa a imagem de alguém livre e divertida. O que a Cris guarda na caixinha de coração ? Mantém com docinhos ? Amei o bordado da caixa. Tudo a ver com as dicas da Cris. Obrigada por nos contar sobre esse pedacinho da casa da Cris.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Respiros
Saiba Mais

Respiros

Sou do tempo em que a solidão era preenchida por respiros iguais a este que tive nessa feliz e ensolarada tarde do meio da semana.