Sabe, queria contar um pouco para vocês dos bastidores de um dia na vida de uma arquiteta. Principalmente arquitetura de interiores… Quando você é convidado a entrar na intimidade de uma família, no lar: cenário e palco onde aquela família é protagonista.

Quem dorme

Tem de tudo um pouco: clientes amáveis, educados, que te oferecem água, café, até almoço… Tem aqueles que te aguardam ansiosamente e, assim que abrem a porta, a primeira pergunta é: quando vai ficar pronto?! (E a segunda é: quanto vai custar?) Risos…

Tem aqueles que te ignoram; você está lá tirando as medidas na visita técnica e parece que faz parte da mobília… Tem aqueles que brigam com o companheiro(a) na sua frente e ainda perguntam sua opinião!

Comentei recentemente com Edwiges Parra (colunista, psicóloga e minha querida amiga): “Estudante de arquitetura deveria ter aulas de psicologia como pré-requisito na faculdade!!!” Olha… Se eu fizesse um diário de obra seriam centenas de histórias.

Outro dia, fui acompanhar um pintor na casa da Claudia Arruga. Sentei-me no sofá confortável da sala, aguardando o término de sua tarefa. Enquanto esperava, não pude deixar de notar os detalhes sobre a mesa de centro: livros dos mais variados assuntos, sobrepostos por colares de mesa, velas essenciais, pequenas esculturas… Tudo minuciosamente disposto, mas ao mesmo tempo despojado. Nas paredes, um mix de quadros, espelhos, porta-retratos com fotos dos filhos, pais, irmãs, crianças… Um encanto!

Quem dorme

Não eram apenas objetos decorativos, era mais… Cada peça ali contava uma história, trazia uma emoção: lembranças de viagens, fotografias em preto e branco, acervos pessoais que se fundem; Claudia e seu marido Pedro.  A soma das casas de cada um! Casa com alma!

Um ambiente harmônico, vivo, agradável, cheio de plantas. Ah claro! Não poderia esquecer da fofura da Madalena, uma pet muito simpática.

Uma coisa me chamou a atenção: no quarto do casal, a mesa lateral da cabeceira da Claudia. Repleta de livros empilhados, com linhas sublinhadas e marcas de manuseio intenso, atualmente ela me contou que está lendo a biografia da Sharon Stone. Havia também diversos aromas em home spray, para serem borrifados nos lençóis antes de dormir; entre eles o queridinho é o Laundrette (presenteado pela Renata, proprietária da marca) e um creme hidratante deliciosamente perfumado.

Sobre a mesa, um abajur de cúpula verde esmeralda criava uma atmosfera intimista e acolhedora, e logo ali penduradas na parede que circundava, notei que havia algumas fotografias antigas, de uma mulher belíssima… Num lampejo percebi que nossa amada criadora do perfil @cool50s, também tem uma musa inspiradora, que parece soprar encantamentos através dos sonhos…

Ninguém menos que Maria Callas, diva maravilhosa!

E foi assim então, que descobri quem dorme ao lado da Claudia.

———————————————————-

Esse texto dará início a uma série e, se você quiser saber quem dorme ao lado dos nossos colunistas do Inconformidades, acompanhe aqui.

0 Shares:
1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Madeixas
Saiba Mais

Madeixas pra que te quero

A impossibilidade (ou cautela) de não ir ao cabeleireiro é motivo para olharmos para a mulher linda que existe debaixo das fartas madeixas.
Par perfeito
Saiba Mais

Par perfeito

Não somos Mães de Santo, mas trazemos seu par perfeito em um clique! Sapatos lindos, macios e 40+, por Cris Donadio e Débora Recife.