Estilo e moda nem sempre são palavras que caminham juntas confortavelmente. As conversas sobre looks e tendências nas passarelas sinto que pode ser para um número enorme de mulheres um tanto constrangedor ou desconfortável – a verdade é que muitas mulheres acredita que “não tem estilo”, “que não conhecem o seu estilo” ou ainda que “estilo não seja coisa para elas”. Permanece uma suspeita arraigada até mesmo entre as mais confiantes das mulheres de que se preocupar muito com a moda pode significar mais do que ter estilo.

Um momento , vamos primeiro definir o que é estilo?

Acho que estilo pessoal é uma representação externa da personalidade de alguém. É a expressão do seu jeito de ser na forma em que você se veste!

Leva de 5 a 7 segundos para formar uma primeira impressão, esta é formada com 7% pelas palavras, 38% pela voz e 55% pelo não-verbal: aqui principalmente pela linguagem corporal (expressões faciais, gestos, postura corporal, como você anda e contato visual). Em segundo lugar, a primeira impressão será formada pela aparência externa. Nos concentraremos exatamente na segunda parte desses 55% e queremos formar a primeira impressão da melhor forma possível, de acordo com nosso assunto, estilo para você identificar o seu.

Na minha opinião cada um começa a definir o seu estilo quando nasce. Tudo que é relevante para nós em termos visuais, é uma combinação entre o que nos é familiar somados aos elementos que convivemos durante o percurso de toda a nossa vida. Isso, combinado com a forma que o nosso cérebro processa como somos nos ajuda a definir a nossas escolhas estéticas e entender o porque delas.

Tantas de nós ficam tão obcecados por descobrirem o seu estilo pessoal, ficamos perdidas em um mar de tantas opções diferentes a venda, que facilmente se esquecem quem são, na sua essência. Não se esqueça que ambos (ser e vestir) fazem parte de você, a autenticidade e a imagem coexistem na mesma pessoa. Algumas vezes há surpresa, quando alguma das minhas clientes descobre que ela não é o que gostaria de ser, portanto faz parte do processo e a descoberta descoberta nada mais é que libertadora. Não existem resultados bons ou ruins e sim você com a sua identidade única!

Agora vamos definir o que é moda?

Moda é uma expressão estética, em um determinado período e lugar e em um contexto específico, de roupas, calçados, estilo de vida, acessórios, maquiagem, penteado e proporções corporais. No seu uso cotidiano, o termo implica um olhar definido pela indústria da moda como aquele que é o look do momento. O que se chama moda é, portanto, aquilo que é disponibilizado e popularizado pelo sistema de moda.

Acredito e amo a indústria da moda (alem do lado criativo, gera milhões de empregos no mundo todo) porém esse não é o ponto no momento.

Eu realmente acredito que seja relevante e que uma vez que descobrimos e definimos o nosso estilo pessoal, usar da contemporaneidade e desejos que a Moda em si nos oferece, para que com responsabilidade e coerência fazermos um update do nosso guarda-roupas deixando a nossa imagem , independente de cada estilo, adequada e atual.

O “namoro” entre Estilo versus Moda pode sim ser muito saudável através de um consumo consciente e o fim do fast-fashion trazer resultados maravilhosos na direção da salvação do nosso planeta, mas esse fica um assunto para uma próxima vez.

Me conta como você descreve o seu estilo pessoal?

Um beijao,

Lilli

ps. Se precisar de alguma ajuda para definir o seu estilo vou adorar facilitar essa descoberta com você @styletherapy.london

1 Shares:
1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar: