Dois anos!… Há dois anos e alguns meses eu recebi a notícia mais difícil da minha vida e hoje, finalmente comemoro o fim desse turbilhão. Foram seis meses de quimioterapia. Depois veio a radioterapia e no meio disso tudo, um total de quatro cirurgias. Retirei as duas mamas, ganhei algumas cicatrizes -também no coração- e segui. Cheguei até aqui: a última etapa da reconstrução! Agora sim posso dizer que ACABOU! E uma frase que me acompanhou e acompanha até hoje, mesmo nas pequenas dificuldades é: isso também vai passar!

Então quero dizer pra vcs, independente do que for, continuem firmes. Vai passar! Mas também gosto de lembrar que momentos bons também passam, o sucesso, a alegria, as conquistas passam. A vida é feita de ciclos. E sortudo é quem aprende a apreciar cada um deles. Bons ou ruins. Vai passar! E o que fica é o aprendizado. As experiências que a gente acumula. E o amor e carinho que a gente conquista das pessoas que passam por nós.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Romance
Saiba Mais

Romance ideal

Narrativas encantadas da infância confundem nosso aprendizado amoroso com um tipo de romance que só deveria servir pra inspirar. Nada mais.
cancer de ovario descoberta inconformidades
Saiba Mais

Uma forma de prevenir o câncer de ovário, esse inimigo letal e silencioso

O cancer de ovario é um dos mais traiçoeiros por sua alta letalidade: 70 a 80% das vezes em que é diagnosticado, já está em fase avançada. Uma orientação divulgada no início deste ano pode literalmente salvar a vida de muitas mulheres. A recomendação é simples: todas as mulheres deveriam considerar a remoção das suas tubas uterinas (antigamente chamadas de trompas de Falópio) depois de já não desejarem mais ter filhos, para prevenir o cancer mais temido da ginecologia: o dos ovários.