Esses dias precisei parar e me conectar comigo mesma. Ser mulher é mesmo desafiador! Nesse mês da mulher (e do meu aniversário) ao invés de maquiagem vim falar de uma coisa que amo e é um presente pra mim: autocuidado! Sensações que nos conectam com nossa essência e devolvem (ao menos um pouco) do equilíbrio interior.

Autocuidado

Encaixar na nossa rotina aquilo que nos faz bem mesmo que de vez em quando – naqueles dias que mais precisamos – parece impossível quando se tem tanto a fazer (filhos, trabalho, casa, família, uma alimentação equilibrada, marido, vida social, bichinhos de estimação, estudo, autoconhecimento, métricas do Instagram – rsrs – E por aí vai…)

Eu tento transformar o que é só parte da rotina em algo muito melhor. Um banho mais calmo à luz de velas mesmo quando todos já foram dormir, usando o sabonete mais cheiroso do armário e um óleo corporal especial, percebendo cada uma das sensações que isso trás – o barulho e a sensação da água caindo no corpo, o cheiro, o toque… Junto de música boa e seguido de um chá quentinho. Uma série, um livro, uma máscara facial, no final de semana, que seja.

Parece simples mas é o que me ajuda a olhar inteiramente e somente pra dentro de mim.

Parar.

Olhar.

Ser.

Sentir.

Se faz tão necessário quando o mundo lá fora é tão devastador – e muitas vezes aqui dentro também.

Ser mulher é sentir mais do que deveríamos, então que seja sentindo inteiramente aquilo que nos faz bem.

O que te trás de volta o equilíbrio? Compartilha comigo lá no meu Instagram.

Ah! E feliz dia! Feliz mês! Feliz era das mulheres!

1 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar:
Sol
Saiba Mais

A vitamina do Sol!

Ah, o Sol… Às vezes reverenciado, às vezes, acusado. Estudos mostram o potencial carcinogênico, mas exposição nos traz também benefícios.